Percepções e realidades na distribuição de rendimento.

Desde tempos imemoriais, passando por Marx, Mao, Bush, Clinton ou Tony Blair um tema  central da “sociedade justa” é o equilíbrio na distribuição de rendimento nacional.

Por exemplo, nos EUA os 20% mais ricos detêm 84% de toda a riqueza americana e estando mesmo, espantosamente, o rendimento mediano nos mínimos dos últimos trinta anos.

No entanto, a percepção pública quer dos próprios americanos, quer dos estrangeiros não é essa, o que justifica um interessante debate cheio de implicações políticas “Living beyond your means when you are not rich

 

Anúncios
Galeria | Esta entrada foi publicada em Sem categoria com as etiquetas , , , , , , , . ligação permanente.

Uma resposta a Percepções e realidades na distribuição de rendimento.

  1. António Cabral Barbosa diz:

    Não deve ser só nos EUA, deve ser em todo o Mundo de acordo com a Lei de Pareto: “80% da riqueza do mundo pertence a 20% dos habitantes” mas efectivamente os outros 80% dos habitantes bem tentam aparentar o seu enquadramento nos primeiros 20 por cento…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s