A IMPLOSÃO DOS PARADIGMAS ACADÉMICOS EM 2008

A crise de 2008 não fez apenas implodir Bancos, reguladores, carreiras e “opinion makers”. Teve igualmente um efeito teutónico nas universidades e nos paradigmas dominantes dos economistas universitários.

Até 2008 o paradigma académico dominante em Economia era a corrente de pensamento chamada de “síntese neoclássica “, centrada no “homem económico” completamente racional e possuidor de informação perfeita. Estatisticamente o “homem económico”  comportar-se-ia como uma distribuição normal e os modelos econométricos que o representavam tinham um comportamento estocástico perfeito. O problema é que no meio de tanta perfeição não se conseguem explicar as crises, sobretudo se graves.

A implosão de 2008 mostrou que a muitos níveis, desde os modelos macro até aos modelos sub-prime das agências de rating, as distribuições normais podem ter “caudas” que não são normais. Justamente, sendo nestas caudas que se concentram as situações de stress ou crise. Daí a própria implosão dos modelos estatísticos.

Por outro lado, a “síntese neoclássica “ não dá qualquer ênfase ao lado financeiro da economia. Como explicar a crise de 2008 sem um aparelho conceptual centrado no lado financeiro da Economia? Daí a importância e a “recuperação” académica de Hyman Minsky, por exemplo.

O turbilhão em curso nas Universidades e nos paradigmas académicos em Economia é bem ilustrado no site do Mises Institute e no seu “Mises Daily “ de que o texto de Robert Murphy é exemplo “My reply to Krugman on Austrian business-cycle theory”.

(Actualizado em 31 de Janeiro de 2010)

No The New York Times podemos ainda encontrar o artigo “How Did Economists Get It So Wrong?” de Paukl Krugman.

Advertisements
Galeria | Esta entrada foi publicada em Documentos com as etiquetas , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s