Os Keynesianos americanos e a Europa

“ Os europeus, em particular a esquerda europeia, adoram os Keynesianos americanos como Paul Krugman ou Joseph Stiglitz. A verdade é que os Keynesianos americanos também adoram a Europa e o forte papel que o Estado tem nas sociedades do Velho Mundo.
O problema é quando os Keynesianos americanos “pensam”a  Europa. Aí são claramente o que na terminologia inglesa se chamaria de “euro-cepticos “. Pura e simplesmente , seguindo Robert Mundel , não acreditam numa União Monetária sem União Fiscal e portanto na estabilidade do Euro . Os dois textos, muito recentes,  que junto dos dois prémios Nobel são bem elucidativos do seu pensamento. Recomendo em particular o texto de Krugman , como seria de esperar muito bem feito”.

Let’s ignore the ‘financial wizards’ in 2011 por Joseph Stiglitz

Can Europe Be Saved? por Paul Krugman

Advertisements
Galeria | Esta entrada foi publicada em Documentos com as etiquetas , , , , . ligação permanente.

Uma resposta a Os Keynesianos americanos e a Europa

  1. Bel B diz:

    Existe de facto uma diferença entre liberalismo e capitalismo selvagem (que nem Adam Smith preconizou)… e seria de facto muito idiota não fazer a distinção entre um conceito e o outro.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s